O estacar dos pepineiros

O pepineiro gosta de calor, detesta frio e vento. Caso não haja alternativa, é sempre possível recorrer a uma estufa.
A certa altura deste blog, afirmei que nunca vira o estacar dos pepineiros, e que me parecia até contra-natura, já que lhe seguirá no sangue ou na seiva - que é espécie de sangue das plantas, mas que não conterá plaquetas - o correr livremente como os cavalos nos camalhões que lhes calharam em sorte. Certo é que, mesmo que foram cavalos, haveriam de necessitar de cabrestos e todos os outros instrumentos que os conduziriam a um uso adequado ao humano. Adiante. Os pepineiros. Convicto da minha ignorância, fez-me sentido que observasse outras hortas a ver se encontrava vazão para as minhas inquietudes pepineiricas. E então percebi: horticultores há que, sabendo certamente mais do que eu, o que não é sequer exercício demorado, estacam pepineiros. E estacam mesmo a sério, não brincam em serviço, não fazem do estacamento um prolongamento das suas dúvidas - trata-se de um estacamento criado por viva razão e intencionaldiade. Consegui distinguir duas formas de estacamento para os pepineiros. 
estacas pepineiros
Pepineiros estacados com ramos

Numa primeira horta, observei que, ao longo do canteiro por onde a planta se espreguiça, foram colocados ramos de árvores com relativa dureza para que os pepineiros os percorressem livremente, como se se tratassem de crianças que brincam contentemente subindo nas árvores. Não é, por isso, um sistema directivo: é apresentada ao pepineiro a opção de trepar os ramos se ele assim o entender, e de acordo com o que lhe ditar a racionalidade pepineirica. Este sistema permite, portanto, uma espécie de livre arbítrio para a planta - se quiser trepa, se não quiser não trepa. Como seria de esperar, nada há que agarre a planta aos ramos. A natureza e o raciocínio da planta determinará o decorrer da acção. Não nos esqueçamos, todavia, que o pepineiro é uma planta trepadora e como tal duvido que a sua natureza não o empurre inexoravelmente para os braços nodosos dos ramos das árvores. 

estacar pepineiros
Pepineiros estacados com estacas verticais

O segundo sistema que consegui observar é muito mais directivo do que o atrás descrito. É, na verdade, um colete de força. Ao pepineiro é negada a sua natureza. O horticultor espeta uma estaca de madeira no chão, vertical, e ata o pepineiro por ali afora. Não adianta que se queixe ou que grite. Não adianta que não queira trepar e sonhe esconder-se de medo no fundo do camalhão. Não adianta que chore de saudades da terra húmida. Não adiante que lamente a triste sorte noite dentro. Nada. O pepineiro é atado e enrodilhado pela estaca acima. Não creio que pepineiro algum lamente durante muito tempo esta triste sorte, afinal foram criados para que trepassem. Mas a questão que se levante é: não quereriam as plantas fazê-lo de acordo com o seu próprio ritmo e seguindo a sua vontade? Bom, o melhor é que perguntemos ao pepineiro. Duvido que responda. Afinal, todos se ocupam com zelo ao trepar de ramos, árvores e estacas e ignoram tudo o resto que os possa rodear, incluindo pessoas que julgam com plantas, esses malucos.
Com a ponderabilidade que julgo possuir, embora sobre ela me questione, optei por uma espécie de media res: estendi uma estaca obliquamente, amparando-a com as estacas dos tomateiros, e estendi o pepineiro por ela acima, perguntando-lhe discretamente se estava de acordo que o fizesse. Na falta de resposta intui o seu consentimento e fiz conforme havia planeado. Não me desagradou o resultado, e o pepineiro logo me dirá como se sentiu. Por enquanto, não chorou.

estacar pepineiros

flor do pepino

flor do pepineiro

3 comentários:

  1. Olá, gostei da ideia e gostei também do como vocês escrevem.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Vânia. Bem-vinda à nossa humilde horta.

      Eliminar
  2. Cultivo pepinos e embora não coloque estacaria, coloco redes. Ao colocar redes obtenho mais espaço, as plantas recebem mais ar e sol, as sachas e tratamentos são feitos com menores custos, os frutos ficam mais limpos, e a colheita é muito mais fácil. Também se obtém mais produção. É muito mais vantajoso estacar os pepineiros. Hoje quase tudo é estacado. E na estacaria podemos utilizar, redes, ou então, espetamos um ferro em cada extremidade, outro de 4 em 4 metros, ligamos as extremidades por uma corda rente ao chão, outra ao meio, e outra na parte de cima. Depois colocamos fios nessas cordas, de baixo até cima em cada planta e atamos, mas tendo o cuidado de deixar folga para não machucar a planta. Este processo é simples e trona tudo muito mais fácil. Boas sementeiras. Lembre-se...a partir de Janeiro já pode começar a fazer algumas sementeiras.

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...