Horta à chuva

Hoje, a chuva visitou pela primeira vez a horta. Durante meses, as hortaliças e as sementes esperaram ansiosamente a chegada da água; a partir de hoje, a saudade maior será a do sol. Quero dizer, hortaliças e sementes não esperam nem anseiam. Enfim, sou eu que digo. Desde quando uma horta anseia seja o que for? Tontices. De qualquer modo, espero que uma aberta num destes dia me permita lançar sementes de rabanetes e favas à terra. Lá para Outubro, que já não tarda.

pimenteiros e tomateiros


pimenteiro


tomate coração de boi

pimenteiro amarelo

couves pencas

nabos e nabiças



4 comentários:

  1. Olá
    Po aqui, aproveitando as chuvas, as favas e as nabiças já estão na terra; esta semana será a vez das ervilhas, uma vez que as lombardas já estão plantadas e, graças á chuva, encontram-se «firmes e hirtas».
    Cumprs
    Augusto

    ResponderEliminar
  2. Também vou de ervilhas, logo no seguimento das favas. As favas nada são sem as ervilhas. E, se calhar, também lombardo alguma coisa. Abraço.

    ResponderEliminar
  3. Olá
    Já há nabiças...fora da terra.

    As ervilhas aguardam melhores dias...com sol.
    Provavelmente esta semana vou mergulhar nas profundezas do solo...

    Cumprs
    Augusto

    ResponderEliminar
  4. "Mergulhar nas profundezas do solo" parece coisa assombrosa. Bons mergulhos, então.
    Abraço, Augusto.

    ResponderEliminar