Visitantes indesejados da horta #1 - Sapos e todos os outros bichos

Quando o Lopes me disse que os sapos são venenosos, ou coisa que o valha, eu desenvolvi logo uma teoria que acho infalível e que fiz questão de partilhar. Passo a explicar. Sabem a história da princesa que beija o sapo e este transforma-se num princípe? Pois bem, mais não se tratou do que uma alucinação. A mocinha pegou no sapo, logo aí tramou-se porque a pele é que tem o tal veneno (corrijam-me se estiver a asneirar, por favor), e depois ainda lhe espetou com um beijo. Foi a morte do artista, ela a partir daí já só via à frente um príncipe loiro e musculado, que fazia todas as tarefas domésticas na perfeição, e que nunca mas nunca cheirava mal nem deixava a tampa da sanita levantada. Mas terá sido mesmo um final de "Felizes para sempre"? Tenho as minhas dúvidas. A princesa acordou encharcada e confusa, horas depois, sem um sapato e com a tiara de lado, à beira do pântano, e sem o sapo. Tão certo como me chamar S.

princesa sapo

7 comentários:

  1. olá
    sapos venenoso?!
    Nada disso...
    O que eles não teem é problemas de próstata o que lhes permite atirar o jacto de urina a grande distância.

    Coitada da princesa...tomou banho de M!j@...LOL

    Cumprs
    Augusto

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Limitei-me a tirar ilações a partir do que me foi dito. Mas mesmo assim, levar com xixi, é dose e nada principesco.

      Eliminar
  2. Coitados dos sapo... e das princesas mij@das.
    Abraço

    ResponderEliminar
  3. Os sapos não são indesejados nas hortas. Antes pelo contrário o hortelão mais sábio que eu conheço diz-me sempre que o mal veio às hortas a partir do momento em que os sapos começaram a desaparecer das mesmas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu compreendo isso, a sério. Eu é que tenho um complexo mal resolvido com o mundo animal. :-)

      Eliminar
    2. Eu sei o que isso é : ) As cobras... nem me atrevo a falar nelas.

      Eliminar
  4. Os sapos são mais indesejados pela dona S. do que pela horta. Por mim, toda bicharada é bem-vinda, embora não me dê muito jeito que os elefantes se passeiem, mesmo que cuidadosamente, no meio das couves. É assim chato, pronto.

    ResponderEliminar