Felizmente, temos rabanetes

Os rabanetes avermelharam para fora da terra e estão prontos para serem colhidos, ou pelo menos alguns deles. Nunca tinha provado nenhum rabanete. Estreei-me com um semeado por mim, o que é sempre maravilhoso. Não lhe sabia do sabor picante. Surpreende. Uma coisinha assim delicada e pica na língua. Uma pequena preciosidade da horta. Meio nabo, meia malagueta. Bom, não tão picante assim. 
Não desbatei o que foi nascendo, deixei crescer como semeado. Como brotam da terra desirmanadamente, colherei à medida que crescem. Diz que é para saladas e isso. Eu achei piada, e dá uma cor que vai faltando na horta; agora só por lá vegetam novidades verdes. Felizmente, temos rabanetes. Além disso, parece que dá para semear todo o ano. Mas é preciso cuidado, já por lá vi um mordido pela bicharada. Vai-se a ver e também gostam e é uma chatice. espero que lhes pique na língua, ou lá o que é aquilo que eles lhe têm no lugar.

rabanetes

rabanete

rabanetes


Sem comentários:

Enviar um comentário