O silêncio dos pepineiros

Não há salada de verão digna do nome que passe sem pepino. Devia haver, inclusivamente, uma lei que proibisse o uso indiscriminado do rótulo "salada de verão" para saladas sem pepino. Pepino é quase sinónimo de verão. O pepino está para o verão como as laranjas estão para o inverno, ou como o outono está para as castanhas, ou a primavera para as flores e para as alergias.

flor pepineiro

Nesta horta à beira da cidade plantada, lancei à terra, corriam os primeiros de maio, 2 inocentes pepineiros. Nos primeiros dias, talvez noites, vorazes caracóis encontraram-nos e roeram-lhes o troço. Por pouco não subiram ao céu dos pepineiros - a meloeira, por exemplo, subiu ao céu das meloeiras, assassinada pelos malditos rastejantes. Por isso mesmo, os pepineiros não cresceram como deviam. Mantiveram-se em silêncio, lambendo as feridas do ataque. Um deles condoeu-se mais da dor do que o outro, e por isso ainda não fugiu à meninice, parecendo querer manter-se pequenino e assustado, como se a vida de pepineiro adulto o assustasse. Floriu e frutificou timidamente - carrega o fardo de uma flor e de um pepino. Ninguém o pode culpar, está a ser um bravo. Muitos de nós nunca mais sairíamos da cama se fossemos atacados por besta assim. O outro, mesmo sem terapia, e certamente depois de passar muitas horas a reflectir nas suas dores e de ter conversado com a corajosa beringela, resolveu esticar-se ao sol, e apresenta já muitos pepinos que um dia formarão uma digna salada de verão.

pequeno pepino

Nunca vi o estacar dos pepineiros. Sempre os vi correr pelo camalhão livremente, se forma descontrolado, frutificando ali e acolá, onde quer que calhasse. Provavelmente, é o que deixarei acontecer, tendo o cuidado de o ir guiando para local mais apropriado ao seu espreguiçar. Mas eu tenho para mim que ele se encaminha, conscientemente, para as estacas dos tomateiros e quer trepar-lhes. Afinal, o pepineiro é uma trepadeira e deve estar mortinho para subir às nuvens. 

pepino

Aparentemente, e a dar fé nesta página, o pepino serve para muito mais coisas do que abrilhantar saladas de verão, e é mesmo um portento nutricional. Eis alguns exemplos das características e usos do pepino:

  • Contém Vitaminas B!, B2, B3, B5, B6, C, Ácido Fólico, Cálcio, Ferro, Magnésio, Fósforo, Potássio e Zinco;
  • É um energético natural, à custa da vitamina B e dos carboidratos;
  • Esfregar rodelas de pepino em vidros evita que embaciem (nunca tentei, mas é o que diz lá. Estranho...);
  • Colocados em rodelas num prato, afasta lesmas e caracóis da horta (esta vou fazer!);
  • Remove a celulite pela esfregação local de rodelas de pepino;
  • Evita ressacas se comido antes de dormir;
  • Substitui a graxa dos sapatos, e além disso repele a água;
  • As vaporizações com pepino são um interessante relaxante e afastam o stress - basta colocar o pepino numa panela de água a ferver e colocar rodelas de pepino, para que solte o vapor;
  • Mata as bactérias responsáveis pelo mau hálito;
  • Devolve o brilho a torneiras ou a materiais de aço inoxidável;
  • Serve como apagador para riscos de esferográfica;
  • O seu sumo é um excelente tónico para fígado, rins, vesícula e dá força aos cabelos e unhas, pelo seu alto teor de sílica e flúor;
  • Elimina a gordura do peixe;
  • Deve ser consumido com casca, porque é aí que concentram substâncias que o tornam de fácil digestão;
  • É um diurético natural e ajuda na dissolução de cálculos renais.

pepino

Enfim, os pepinos servem para tudo e mais alguma coisa. Para mim, são apenas os meninos tímidos e silenciosos da horta, e que brevemente farão uma maravilhosa salada de verão.


4 comentários:

  1. Olá
    O que eu aprendei hoje....

    Obrigado pelo post.
    Cumprs
    Augusto

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Augusto, não garanto nada disto, até porque nada testei. Caso o faça, partilhe a experiência, ;) Abraço.

      Eliminar
  2. Viva Lopes.
    Que belo post, parece poesia, parabéns pela escrita... e pelos pepinos também.
    Abraço
    João Gomes

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado, João. A minha produção de pepinos está, claramente, a uma distância imensurável daquela sobre a qual li aqui: http://narizadentro.blogspot.pt/2013/07/mais-uma-colheita-esta-de-2-dias.html

      Abraço

      Eliminar