Nabiças com lagartas

Cá em casa, soaram os alarmes na passada segunda-feira. Há lagartas nas nabiças! Calculo que o alarme, de tão grandiloquente, tenha sido ouvido pela vizinhança e mais além. Mais do que dúvidas, do que uma suspeição ou subtil insinuação, a realidade entrava-nos ferozmente pelos olhos dentro e sem pedir licença. Junto às nabiças acabadas de cozer, uma lagarta transformara a visão das nabiças ferventes na sua última visão da passagem pela Terra. 

Nabiça
Sim, é o que parece que é: a lagarta tinha cozido juntamente com as nabiças. As minhas queridas hortaliças! Uma catástrofe, uma visão do Inferno sobre a qual nem Dante se atrevera a sonhar, quanto mais a escrever! Obviamente, o esparregado não chegou a ser confecionado e as nabiças, assim como a lagarta, foram a sepultar no caixote do lixo. Nunca tal me tinha passado pela cabeça: lagartas nas nabiças. Para prevenir que tal volte a acontecer, dois planos de contingências foram elaborados no imediato.
1. aspergir as nabiças, e já agora os nabos, com o Sequra (de que falei aqui por causa de um ataque semelhante às couves);
2. Inspecionar minuciosamente cada folha de nabiça que entrasse pela porta de casa. 
Depois deste grande susto, espero que tudo fique bem e possamos respirar novamente em sossego cá por casa.

1 comentário:

  1. Exagerado. Contudo, eu sou responsável por cozer uma lagarta viva, deves ser solidário.

    ResponderEliminar